Notícias do mercado imobiliário

PT ESQUECE LEVY E RECUA NA CRÍTICA AO AJUSTE FISCAL

<img class="attachment-post-thumbnail size-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg" sizes="(max-width: 150px) 100vw, 150px" srcset="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg 150w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-100x100.jpg 100w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-90x90.jpg 90w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-80x80.jpg 80w" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                            A cúpula do PT recuou ontem (29) das críticas mais ácidas ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e decidiu não cobrar mais sua demissão. A pedido do Planalto e do ex-presidente Lula, que também voltou atrás no bombardeio contra Levy, o Diretório Nacional do PT aprovou, por 47 votos a 26, resolução que poupa o ministro e dá apenas leves estocadas na política econômica. A estratégia faz parte de um esforço para amenizar a crise no governo, depois que Lula responsabilizou a presidente Dilma Rousseff pela ação da Polícia Federal na empresa de seu filho Luís Cláudio. Horas após abrir a reunião do PT, Lula se reuniu com Dilma e ministros. Contou que havia feito um discurso “para cima” no encontro e pedido apoio para o ajuste fiscal. Há dez dias, Lula afirmou que Levy tinha “prazo de validade”. Ontem, diante da plateia petista, avaliou que a única condição para o PT voltar a ter prestígio “é recuperando a economia”.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
02/08/2016

Últimas notícias