Notícias do mercado imobiliário

RECURSO À INOVAÇÃO PARA ECONOMIZAR NO CONDOMÍNIO

<img class="attachment-post-thumbnail size-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg" sizes="(max-width: 150px) 100vw, 150px" srcset="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg 150w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-100x100.jpg 100w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-90x90.jpg 90w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-80x80.jpg 80w" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                       As tarifas de água e energia tiveram três aumentos com tamanho impacto para o bolso do consumidor que 2015 é considerado ano atípico. Como reação natural, os consumidores também diminuíram o consumo. Porém, para não ter de abdicar de confortos como ar-condicionado em dias quentes, soluções inovadoras têm contribuído para economia. No mercado imobiliário, investimentos em tecnologias e construções sustentáveis reduzem gastos do canteiro de obras a empreendimentos que reutilizam água, aproveitam luz solar e elevadores que geram a própria energia. Entregue em junho pela Euroamérica, o Geniale Flamboyant, em Goiânia, tem como novidade quatro elevadores que possuem drive de regeneração da força que reduz o consumo de energia elétrica em até 75% se comparado com elevadores convencionais. Da Otis, modelo Drive Regen H5000, ele possibilita retornar à rede elétrica interna do prédio energia para ser reutilizada. “Quando desce cheio ou sobe vazio, há geração de energia, ele armazena e a energia é usada no condomínio”, explica a gerente de engenharia da Euroamérica, Caroline Mendes. Durante um ano, para um edifício de 20 andares, percurso de 60 metros e 300 mil viagens, o gasto com elevador comum pode ser de até 12,2 mil quilowatts-horas (kWh). Considerando custo de R$ 0,40 o kWh, o valor é de R$ 4,9 mil, o que dá ideia do peso que um elevador tem na conta de energia elétrica. Dessa forma, Caroline pontua que a redução considerável desse gasto foi fator positivo para a venda dos apartamentos. “Tem relação direta com valor do condomínio e valoriza o empreendimento.”</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
07/07/2016

Últimas notícias