Notícias do mercado imobiliário

RECURSOS MAIS RESTRITOS PARA A CASA PRÓPRIA

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/tome-nota22-150x150.jpg" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                                      Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal anunciaram na semana passada novas linhas de crédito pró-cotista com recursos do FGTS para compra de imóveis novos ou usados. Em ambos os casos, o limite máximo de financiamento é de R$ 400 mil, sendo que as instituições financiam até 85%, na Caixa, e até 90%, no BB. Especialistas do mercado imobiliário recebem positivamente a medida, mas lembram que as novas linhas de financiamento têm condições mais restritivas. Há uma exceção nesta condição. O Banco do Brasil anunciou que quem tem conta inativa poderá ser beneficiado, desde que tenha depósitos de FGTS que correspondam a pelo menos 10% do valor do imóvel. Edmilson Borges, especialista de mercado imobiliário que atua nas incorporadoras Queiroz Silveira e Euroamérica Incorporações, encara esse posicionamento com bons olhos, embora também a considere limitada. Em todo caso, a nova linha representa um novo estímulo ao mercado de crédito, que passou a ficar mais restrito após a Caixa ter reduzido, em maio, para 50% o teto dos financiamentos para imóveis usados avaliados em até R$ 750 mil.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
11/11/2015

Últimas notícias