Notícias do mercado imobiliário

Apartamentos no setor Marista ao índice de vendas


<p>A oferta de escolas renomadas, restaurantes, lojas, cafés, clínicas, hospitais, lazer como shoppings, praças e parque, fazem do Setor Marista, um bairro nobre e tradicional, agradando a diferentes perfis e gerações. O bairro lidera as pesquisas de metro quadrado mais valorizado da capital há anos, e com preço médio acima de R$ 6 mil, segundo Pesquisas da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), que aponta também que o interesse no setor tem sido tamanho que, em junho de 2018, o bairro concentrava 2.536 apartamentos em lançamentos, mais que o dobro em relação a novembro de 2017, quando o número era de 1.217.</p>



<p>A maioria das unidades é de alto padrão, observa o incorporador Rogério Queiroz Silveira, ao destacar que a localização centralizada e tradicional da capital ganhou a atenção do mercado imobiliário após a mudança do Plano Diretor em 2017, que passou o adensamento no bairro. “Por sua localização privilegiada, os terrenos têm custo mais alto, o que acaba atraindo lançamentos com maior ticket médio. Até mesmo os apartamentos com metragem menor se enquadram nos compactos de luxo”, observa.</p>



<p>Em sua avaliação, por trás do interesse pelo bairro há a valorização das comodidades da localização que se tornam mais importantes para o morador à medida em que a cidade cresce. “Com a vida agitada do goianiense nos últimos tempos, o conceito de luxo passou a incluir a simplicidade de conseguir levar os filhos a pé para a escola, de ter um shopping e outras facilidades em sua volta”, diz ele, que prepara o Residencial Marista Prime na Rua 32, quase ao lado do Shopping Bougainville.</p>



<p>O empreendimento foi idealizado para acolher os goianienses que buscam este estilo de vida simples com conforto e elegância. Mesmo antes do lançamento do empreendimento, em novembro do ano passado, o mesmo já tem despertava a atenção dos consumidores. “Em algumas apresentações prévias ao consumidor, o interesse pelo bairro tem se confirmado. Ouvimos dos clientes que por estar em posição centralizada em relação aos principais bairros e por concentrar bons serviços de gastronomia, escolas e artigos de referência, é ali que eles querem estar”, diz o incorporador.</p>



<p><em>Fonte: Assessoria</em></p>
15/02/2019

Últimas notícias