Notícias do mercado imobiliário

BAIXA NA CONSTRUÇÃO IMPACTA A OFERTA DE EMPREGO

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/EMPREGO-AVAN%C3%87A-NO-INTERIOR-E-CONSTRU%C3%87%C3%83O-%C3%89-DESTAQUE-150x150.jpg" alt="EMPREGO AVANÇA NO INTERIOR E CONSTRUÇÃO É DESTAQUE" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                            Em fevereiro, pelo terceiro mês consecutivo, o País fechou vagas de trabalho com carteira assinada, reflexo da fraca atividade do comércio e do setor da construção civil. Segundo os dados do Caged divulgados ontem (18) pelo Ministério do Trabalho, foram encerradas 2.415 vagas, o pior resultado para o mês desde 1999. Na construção, as demissões superaram as contratações em 25,8 mil, número que, segundo o ministro Manoel Dias, foi influenciado pela Operação Lava-Jato da Policia Federal. No mês, em Goiás, foram criados 4.459 novos postos de trabalho formal, dados que mostram que esse foi o pior resultado goiano da série histórica da pesquisa, iniciada em 2003, para o mês de fevereiro. O menor registro até então havia sido em fevereiro de 2005 (5.700). Mas nem tudo foi negativo para o Estado. Em fevereiro, as contratações cresceram em comparação com o mês de janeiro – que apresentou perda de 237 postos – e posicionaram Goiás como o 5º maior Estado em geração de empregos formais no País. No ranking, Goiás também foi o 6º maior em empregabilidade nos últimos 12 meses, com 8.608 novas vagas.</p>
<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
07/10/2015

Últimas notícias