Notícias do mercado imobiliário

CONSTRUÇÃO E INDÚSTRIA CORTAM MAIS EMPREGOS


<p style="text-align: justify;">                                                                Em outubro, mês em que o mercado de trabalho normalmente está aquecido, o Brasil teve o pior resultado para o emprego desde 1992. De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados na sexta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho, o ritmo de fechamento de vagas no mês já é o maior da série histórica. Foram eliminados 169.131 empregos com carteira assinada, uma alta de 458,5% ante o resultado do mesmo período do ano passado. No período de janeiro a outubro deste ano, o País acumula perda de 818,9 mil postos de trabalho formais. Construção civil e indústria de transformação seguem como os dois setores em que há maior corte. A taxa de desemprego registrada no mês passado foi de 7, 9% nas seis principais regiões metropolitanas do País, maior nível para outubro desde 2007 (8,7%), segundo dados do IBGE. Já a renda média do trabalhador caiu 7% em relação a outubro de 2014.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
14/10/2016

Últimas notícias