Notícias do mercado imobiliário

IMÓVEL: NO PAÍS, PREÇOS NO GERAL ESTÃO ESTABILIZADOS

<p><img class="attachment-266x266" style="text-align: justify;" title="Devo comprar imóvel agora, ou espero o estouro de uma bolha" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/01/Devo-comprar-im%C3%B3vel-agora-ou-espero-o-estouro-de-uma-bolha.jpg" alt="Devo comprar imóvel agora, ou espero o estouro de uma bolha" width="240" height="180" /></p>
<p></p>
<p style="text-align: justify;">                                                                  Apenas nove das 20 cidades pesquisadas tiveram aumento mensal superior ao esperado para a inflação. Na média, o Índice FipeZap acumula alta de 6,35% em 2014. Esse valor é 0,72 ponto percentual superior ao IPCA-15 do período. Ou seja, o quadro dos últimos meses se mantém: o preço médio dos imóveis apresenta pequeno aumento real neste ano. Na comparação com outubro de 2014, a variação do levantamento foi de 0,45%. Esse valor é menor do que a variação do IPCA (0,59%) esperada para o mês, o que significa que em novembro houve queda em termos reais do preço médio anunciado dos imóveis. São Paulo (0,26%) e Rio de Janeiro (0,16%) chamaram a atenção porque registraram, pelo segundo mês consecutivo, a menor variação mensal desde o início da série histórica. Considerando os 12 últimos meses, a variação acumulada nas 20 cidades foi de 7,37%. Em novembro, houve redução na alta acumulada pelo décimo segundo mês consecutivo: um ano antes, o aumento em 12 meses era praticamente o dobro (13,8%). A cidade com o metro quadrado mais caro continua sendo o Rio de Janeiro (R$ 10.847), seguida por São Paulo (R$ 8.323). O valor médio do metro quadrado nas 20 cidades pesquisadas foi de R$ 7.510.</p>
<p></p>
<p></p>
<p></p>
<p><strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong></p>
02/01/2015

Últimas notícias