Notícias do mercado imobiliário

INCC EM ALTA IMPACTA O ÍNDICE GERAL DE PREÇOS DO PAÍS

<img class="attachment-266x266" style="text-align: justify;" title="Economia crescente" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2014/11/Economia-crescente3.jpg" alt="Economia crescente" width="265" height="190" />


<p style="text-align: justify;">                                                                  O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, acumulou alta de 2,96% nos 12 meses até outubro, informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). É a menor taxa para um período de 12 meses desde abril de 2010, quando ficou em 2,88%. Em outubro, o índice variou 0,28%, ante 0,20% em setembro. Desde janeiro, o índice já subiu 2,05%. O IGP-M é uma das versões do Índice Geral de Preços (IGP). É medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e registra a inflação de preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços finais. Os três componentes do IGP-M apresentaram avanços,  com destaque para o índice de Preços ao Produtor amplo (IPA),  com aumento médio de 0,23% ante 0,13%. Essa variação relativa aos preços no setor atacadista reflete em grande parte a elevação no subgrupo alimentos in natura (de -6,39%) para 0,12%). O terceiro componente da taxa - o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) - atingiu 0,20%, ante 0,16%. Essa alta corresponde a materiais, equipamentos e serviços (de 0,34% para 0,43%). No período, não houve alteração nos valores cobrados pela mão de obra.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
25/11/2014

Últimas notícias