Notícias do mercado imobiliário

INSPIRANDO NOVOS MATERIAIS E EMPREENDIMENTOS

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/tome-nota22-150x150.jpg" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                A 2ª Oficina promovida pelo CTE/EnRedes – “Cradle to Cradle: inspirando novos materiais e empreendimentos” – acontecerá no dia 9 de junho, em São Paulo, e irá abordar o conceito Cradle to Cradle para inspirar novos materiais, projetos e empreendimentos. O setor da construção teve um primeiro salto em relação ao tema sustentabilidade com a adoção de diretrizes econômicas, ambientais e sociais para o desenvolvimento de obras, de projetos com eficiência energética e redução de consumo de água e de sistemas de certificação ambiental. Para um novo salto neste tema, entram em pauta novas abordagens conceituais que consideram todo o ciclo de vida dos materiais e empreendimentos, e oferecem uma gama de novas tecnologias e processos de gestão inovadores. Por isso, a oficina temática irá inovar nas abordagens do Cradle to Cradle, um sistema produtivo circular “do berço ao berço”, onde não existe a possibilidade de lixo, que revoluciona e inova na criação de um ciclo contínuo de reaproveitamento de recursos naturais, gerando produtos seguros, saudáveis e infinitamente reutilizáveis. Nesta linha, os empreendedores precisam assumir ações de responsabilidade social e ambiental, pensadas no presente e visando à qualidade de vida das futuras gerações, e se preparar para avançar na inovação em produtos e projetos, considerando ambientes mais saudáveis e com menos riscos químicos, reciclabilidade de materiais e práticas de gestão da operação dos empreendimentos de toda a sua vida útil. A oficina irá trazer as melhores soluções implantadas por empresas para promover empreendimentos mais saudáveis aliados ao conceito Cradle to Cradle, além de promover o debate sobre a inovação focada na sustentabilidade, aliada à redução de riscos e custos e consequente otimização do desempenho dos empreendimentos. Irá também incentivar a reflexão sobre novas premissas de produtos, projetos, materiais e sistemas prediais, considerando o conceito de resiliência dos empreendimentos ao longo de sua vida útil.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
26/10/2015

Últimas notícias