Notícias do mercado imobiliário

MEETING DEBATE MERCADO DE CONCESSÕES E PARCERIAS

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/tome-nota22-150x150.jpg" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                            O primeiro dia do International Meeting Infrastructure and PPPs, em realização desde ontem (27) em Brasília, alcançou o objetivo esperado: promover um amplo debate sobre o mercado de concessões e parcerias público-privadas (PPPs). Parcerias Público-Privadas e concessões públicas certamente representam hoje a alternativa mais viável de investimentos, principalmente em projetos de infraestrutura. Uma das ações imediatas apresentadas no encontro foi a necessidade de se criar no Brasil um centro de excelência sobre PPPs, como um fórum apropriado para discutir as experiências internacionais. Na solenidade de abertura do evento, o presidente da CBIC, José Carlos Martins, entregou o documento “PPPs – Propostas para ampliar a participação das empresas” ao ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, que contém conceitos e propostas para aprimorar e simplificar o processo de concessões e PPPs. “A ideia é criar uma situação de maior conforto para os investidores, formas mais criativas de garantias e a inserção de um número maior de empresas na disputa”, destacou Martins, citando a agenda de investimento do governo federal. Ressaltou a fase de maior restrição fiscal e disse que os projetos serão ordenados e não eliminados. “À medida que a economia se recupere, esse espaço fiscal será ampliado e poderá aumentar o investimento público”, disse. Sobre a proposta de redução do tamanho do lote de concessões, o ministro disse que a questão já faz parte da agenda para rodovias e aeroportos. Participaram da solenidade de abertura, além do presidente José Carlos Martins e do ministro Nelson Barbosa, o presidente da Confederation of International Contractors Associations (CICA), Emre Aykar; o vice-presidente da Federação Interamericana da Indústria da Construção (FIIC), Gustavo Masi e o deputado Júlio Lopes (PP/RJ).</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
14/10/2015

Últimas notícias