Notícias do mercado imobiliário

MODA: DECORAR O QUARTO FEMININO EM TONS DE AZUL

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/tome-nota22-150x150.jpg" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                         Foi-se o tempo em que para menino tudo tinha que ser azul e, para menina, tudo rosa. Acompanhando a modernidade e a livre escolha das cores, a decoração de quartos femininos vem ganhando nuances de azul. O azul é considerado uma cor que traz tranquilidade aos ambientes e, também por isso, está ganhando cada vez mais o público feminino na hora de escolher como decorar o quarto. Para a designer de interiores Rosângela Mesquita não existe mais o predomínio de cores para cada gênero, ainda mais quando se trata de jovens. “Os tempos mudaram e os jovens também mudaram. Hoje eles são mais criativos e ousados”, ressalta. O mais importante é que o estilo da decoração do quarto esteja de acordo com a personalidade de cada pessoa. “A decoração deve ser baseada na cor preferida do cliente, pois o ambiente transmite a identidade do usuário”, comenta. Na hora de decorar, o azul pode estar presente no papel de parede e também em vários adornos do quarto, como almofadas e tapetes, se associando bem ao restante do ambiente. “Azul é uma cor envolvente, tranquilizante e é aconselhável para pessoas que querem um descanso mental e desejo de purificação”, explica Rosângela Mesquita. Segundo Maria Cristina Bahia, da Villa Maria, o azul é uma tendência atemporal. “É uma cor que se associa bem às outras, portanto, agrada os olhos”, relata. Ela ressalta que as clientes que procuram adornos em tons azuis estão em busca de “um ambiente aconchegante, colorido e alegre”. Os projetos executados pelo escritório Situar Projetos e pela Villa Maria, mostram que apostar em tons de azul pode proporcionar ambientes delicados, elegantes e, por que não, muito femininos.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
11/11/2015

Últimas notícias