Notícias do mercado imobiliário

NESTE SÁBADO O DIA NACIONAL DA CONSTRUÇÃO SOCIAL

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/11/Dia-da-constru%C3%A7%C3%A3o-social-150x150.jpg" alt="Dia da construção social" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                                  Sob o tema “Quer mudar o mundo? Mãos à obra!”, a indústria da construção realiza neste sábado, 22 de agosto, o Dia Nacional da Construção Social (DNCS), das 08 às 14 horas, na Unidade Integrada Sesi/Senai Aparecida de Goiânia. Considerado a mais expressiva iniciativa de responsabilidade social do setor da construção no Brasil, o evento é promovido nacionalmente pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e realizado em Goiás anualmente pelo Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon-GO) e Serviço Social da Indústria da Construção (Seconci-GO), em parceria com o Sistema Fieg, por meio do Sesi/Senai. As entidades estimam que mais de 2 mil pessoas participem da ação no Estado. Há nove anos, a CBIC promove o DNCS, em parceria com o Departamento Nacional do Sesi e com os diversos Seconcis nos Estados. Até o momento foram procedidos 3.142 milhões de atendimentos a um total de 578 mil pessoas em diferentes localidades do País. Este ano, 34 localidades do Brasil realizarão o evento. O presidente do Sinduscon-GO, Carlos Alberto Moura, destaca a importância da ação que tem como foco a integração e a valorização dos trabalhadores da indústria da construção e convida a todos os empresários, trabalhadores e demais interessados a participar da iniciativa com atitude de protagonismo. Em sua visão, o profissional deve ser proativo, buscar constantemente o crescimento por meio da qualificação, do aprimoramento de suas práticas, e também deve se manter atualizado com as inovações tecnológicas, construindo, assim, um futuro exitoso para sua carreira. “O Dia Nacional da Construção Social é uma iniciativa do nosso setor que já está consolidada. Neste ano, o tema escolhido – Quer Mudar o mundo? Mãos à obra – tem o objetivo de mostrar aos jovens que estão em fase de escolha da profissão que é possível fazer carreira na nossa indústria. Felizmente, os empresários estão cada vez mais cientes da importância de criar melhores empregos que aumentem a satisfação e a produtividade do trabalhador, o que contribui, sem dúvida alguma, para ampliar o interesse dos jovens em ingressar no setor da construção. O Dia Nacional justamente auxilia neste processo”, diz José Carlos Martins, presidente da CBIC. Durante o Dia Nacional da Construção Social serão oferecidos gratuitamente aos trabalhadores da indústria da construção, seus familiares e comunidade serviços nas áreas de saúde, educação, cidadania e lazer, como: emissão de CPF, Cartão do Cidadão, informações sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, cortes de cabelo, banco de empregos, aferição de pressão arterial, cálculo de IMC, escovação orientada para crianças, entre outros atendimentos. Também haverá apresentações de street dance e de grupo de patins, gincanas esportivas, roda de capoeira, realizando-se ainda o torneio inicial dos Jogos da Construção 2015. A realização anual do DNCS é uma das ações de Responsabilidade Social desenvolvidas pelo Sinduscon-GO dentro de sua visão de Responsabilidade Social Empresarial como modelo de gestão, envolvendo diversas ações contínuas como: apoio à escolarização e formação profissional dos trabalhadores; apoio a entidades filantrópicas, como o Núcleo de Proteção aos Queimados; projetos focados na sustentabilidade, como o “Edificar um Mundo Melhor”, entre outros, de forma a incentivar a adoção de práticas sustentáveis no dia-a-dia de seus colaboradores e nos métodos construtivos das empresas do segmento. Esse trabalho é desenvolvido com apoio da CBIC, por meio do seu Fórum de Ação Social e Cidadania (Fasc), que tem como papel preponderante “estimular este estilo de gestão, disseminar este conceito, mapear e divulgar boas práticas, enfim, apoiar as entidades empresariais e suas empresas para que possamos construir uma transição em nosso modelo de gestão e assim garantir que o aumento do resultado de nossos negócios esteja alinhado ao desenvolvimento sustentável de nosso País”, explicou a presidente do Fasc/CBIC, Ana Cláudia Gomes, em artigo veiculado na revista mensal do Sinduscon-GO, a Construir Mais, na edição do último mês de julho. Mais informações no sitewww.sinduscongoias.com.br e pelo telefone (62) 3095-5155.</p>
<p style="text-align: justify;"></p>
<p style="text-align: justify;"></p>
<p style="text-align: justify;"></p>
<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
23/11/2015

Últimas notícias