Notícias do mercado imobiliário

OCDE PREVÊ CONTRAÇÃO DE 2,8% ESTE ANO NO BRASIL

<img class="attachment-post-thumbnail size-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/06/Taxas-150x150.jpg" sizes="(max-width: 150px) 100vw, 150px" srcset="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/06/Taxas-150x150.jpg 150w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/06/Taxas-100x100.jpg 100w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/06/Taxas-90x90.jpg 90w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/06/Taxas-80x80.jpg 80w" alt="Taxas" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                                          O Produto Interno Bruto do Brasil deve registrar contração de 2,8% em 2015 e de 0,7% em 2016. É o que indica a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em um relatório que agrava a magnitude da recessão na comparação com as previsões de junho. Na estimativa anterior, a OCDE apontava uma contração de 0,8% para este ano e um crescimento de 1,5% para 2016, mas o Brasil e outras economias emergentes como a Rússia experimentam desde então “profundas recessões combinadas com uma inflação bastante alta”, destaca a OCDE. O Brasil, sétima economia mundial, entrou em recessão no segundo trimestre, ao mesmo tempo em que enfrenta uma inflação alta (de 9,56% em 12 meses) e uma grave crise política, com a popularidade da presidente Dilma Rousseff abaixo de 10%. Para tentar enfrentar a crise, o governo anunciou na última segunda-feira um pacote de medidas. A agência de classificação Standard and Poor’s, que na semana passada rebaixou a nota da dívida brasileira, prevê que a contração do PIB brasileiro será de 2,5% este ano e de 0,5% em 2016, com o País retomando um “crescimento modesto” em 2017.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
09/06/2016

Últimas notícias