Notícias do mercado imobiliário

PERNA MECÂNICA: MAIS SEGURANÇA E OTIMIZANDO A OBRA

<img class="attachment-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Seguran%C3%A7a-e-Sa%C3%BAde-150x150.jpg" alt="Segurança e Saúde" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                       Com a finalidade de otimizar o tempo e os custos nas obras, construtoras têm buscado novas maneiras de desenvolver empreendimentos imobiliários. Uma delas é a perna mecânica. Com ajuda da tecnologia, é possível reduzir o prazo médio das construções, contribuindo para que a entrega do empreendimento seja feita até mesmo antes do prazo estipulado. Novidade nos canteiros de obras de Goiás, a perna mecânica pode ser encontrada na obra do Chateau Marista LifeStyle, da EBM Desenvolvimento Imobiliário. A ferramenta auxilia na precisão e na rapidez durante a realização de diversas tarefas, substituindo os andaimes na parte interna da construção. As pernas mecânicas dão maior mobilidade ao trabalhador e garantem maior estabilidade, pois os pés emborrachados impedem que o operário escorregue e se acidente. Para o gerente de obra da EBM, Cláudio Eduardo Pinheiro, a ferramenta representa uma grande vantagem para a conclusão da obra. “Com a perna mecânica o funcionário não precisa mais ficar subindo e descendo de um andaime, reduzindo o risco de acidentes, dando mais agilidade e reduzindo o tempo gasto”, diz. Dentre as principais atividades que podem ser executadas com o uso da perna mecânica estão os serviços de acabamento, que compreendem lixamento e pintura, mas também pode ser utilizada para outros fins. “A perna mecânica pode ser usada para aplicação de reboco, gesso, dry wall e diversos arremates, serviços tradicionalmente executados com andaimes”, explica Cláudio Eduardo. Para operar a ferramenta, o funcionário passa primeiro por um treinamento, a fim de se familiarizar com o equipamento e operá-lo de forma adequada. O objetivo é que a técnica seja utilizada em massa nas obras da EBM a partir de 2016.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
26/10/2015

Últimas notícias