Notícias do mercado imobiliário

SÃO MARTINHO ANUNCIA PARCERIA IMOBILIÁRIA EM SP

<img class="attachment-266x266" style="text-align: justify;" title="SÃO MARTINHO ANUNCIA PARCERIA IMOBILIÁRIA EM SP" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2014/11/S%C3%83O-MARTINHO-ANUNCIA-PARCERIA-IMOBILI%C3%81RIA-EM-SP.jpg" alt="SÃO MARTINHO ANUNCIA PARCERIA IMOBILIÁRIA EM SP" width="266" height="173" />


<p style="text-align: justify;">                                                                              O grupo sucroalcooleiro São Martinho, um dos mais importantes do País, anunciou hoje que firmou uma parceria com a Alphaville Urbanismo (Alphaville) para o desenvolvimento de projeto imobiliário no interior de São Paulo. A companhia, por meio de sua subsidiária Vale do Mogi, deve ter com o projeto a geração de um valor presente líquido de R$ 67 milhões. Foi firmado um consórcio imobiliário, no qual a Vale do Mogi entrará com 124,09 hectares — o equivalente a cerca de 1,240 milhão de metros quadrados de terra nua. A Alphaville cuidará da elaboração e da aprovação do projeto imobiliário, execução do empreendimento para implantação do loteamento, realização, coordenação, marketing e comercialização, conforme afirmou a São Martinho em comunicado. O Consórcio Alphaville Limeira está localizado no município paulista de Limeira, na intersecção da rodovia Bandeirantes (SP 348) com a rodovia SP 151 (Limeira/Iracemápolis) e deve ser lançado em três fases, sendo a primeira em 2016. Citando estudos realizados pela Alphaville, a São Martinho informa que o Valor Geral de Vendas (VGV) estimado pelo projeto é de aproximadamente R$ 277 milhões, que resultará em um valor presente líquido para a Vale do Mogi de R$ 67 milhões. A parceria é uma das diversas que o grupo sucroalcooleiro pretende fazer para explorar de forma mais rentável do que o cultivo de cana-de-açúcar as terras de que dispõem em áreas mais próximas ao perímetro urbano no interior de São Paulo. A Vale do Mogi tem no seu portfólio 52.636 hectares de terras nas regiões de Ribeirão Preto, Limeira e Piracicaba, nos quais se incluem 2.002 hectares (20.025.400 m2) próximos ao perímetro urbano e com grande potencial imobiliário. Além da gestão desses ativos, a Vale do Mogi tem como meta a monetização das terras localizadas em centros urbanos, através de parcerias semelhantes, informou o grupo.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
24/11/2014

Últimas notícias