Notícias do mercado imobiliário

SEGUE EM BAIXA O ÍNDICE DE CONFIANÇA DO COMÉRCIO

<img class="attachment-post-thumbnail size-post-thumbnail" src="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg" sizes="(max-width: 150px) 100vw, 150px" srcset="http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-150x150.jpg 150w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-100x100.jpg 100w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-90x90.jpg 90w, http://evoimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/05/tome-nota-80x80.jpg 80w" alt="tome nota" width="150" height="150" />


<p style="text-align: justify;">                                                               O Índice de Confiança do Comércio (Icom) caiu 2,3% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, divulgou na manhã desta sexta-feira, 30, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o Icom atingiu 80,6 pontos, pela sexta vez consecutiva o menor patamar da série histórica, iniciada em março de 2010. “O comércio entra no quarto trimestre do ano ainda bastante insatisfeito com os níveis de demanda e prevendo vendas fracas ao final do ano. Embora o setor tenha resistido, no ano passado, a uma queda mais intensa da confiança como a observada em segmentos como a indústria e a construção, o comércio é hoje o mais pessimista entre os quatro grandes setores monitorados mensalmente pelas sondagens”, avalia o superintendente adjunto de Ciclos Econômicos da FGV, Aloisio Campelo, em nota oficial. Em outubro, o resultado foi determinado pela piora da percepção dos empresários em relação ao futuro. O Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 3,7% em outubro, para 110,3 pontos, influenciado pelo menor otimismo com as vendas nos próximos três meses (-4,4%). Já o Índice da Situação Atual (ISA-COM) subiu 0,8% neste mês, para 50,8 pontos, após ceder 10,3% no mês passado. Ainda assim, é o segundo menor nível da série. A coleta de dados para a edição de setembro da sondagem foi realizada entre os dias 1 e 27 deste mês e obteve informações de 1.200 empresas.</p>






<strong>Fonte: www.ademigo.com.br</strong>
02/08/2016

Últimas notícias