Notícias do mercado imobiliário

Velocidade de 6,7% de vendas nos imóveis novos em DF


<p>O ano de 2018 resultou em negócios estáveis para as empresas do setor imobiliário no Distrito Federal, mesmo tendo sido um ano difícil para os setores produtivos em todo o Brasil. É o que aponta a mais nova edição da Pesquisa IVV – Índice de Velocidade de Vendas do Setor Imobiliário do DF. O IVV médio de 2018 para imóveis residenciais novos foi de 6,7%, ou seja, acima do indicador considerado como balizador do mercado imobiliário (5%) e, por isso, é avaliado como satisfatório pelas entidades do setor, diante do quadro econômico local e nacional. O mês de novembro apresentou o maior IVV do ano (8,6%), seguido do mês de dezembro, o segundo maior do ano, com 7,6%.</p>



<p>A pesquisa aponta redução na oferta de imóveis no último ano. Em dezembro de 2018 eram 2.934 unidades residenciais novas ofertadas. Já no mesmo mês, em 2017, eram 3.916 unidades. A média do ano foi de 3.400 unidades ofertadas e 223 unidades vendidas. “O Distrito Federal tem 3 milhões de habitantes e a oferta de unidades novas legalizadas é baixíssima para a expressiva demanda que temos. Essa disparidade entre oferta e procura acaba por encarecer os produtos”, comenta Paulo Muniz, Presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF).</p>



<p>O 4ºTRI de 2018 foi o melhor da série histórica, com 7,8%. Ano passado, neste mesmo período, a pesquisa apontou o IVV de 6,4%. “Considerando a situação política e econômica do Brasil, o mercado se comportou equilibradamente durante o último ano. A tendência para 2019 é que o imóvel no Distrito Federal melhore ainda mais seus indicadores de comercialização. A média anual de 6,7% para velocidade de vendas confirma o desempenho positivo das vendas de imóveis residenciais novos no DF nos últimos meses” aponta Paulo Muniz. “Fechamos o ano com 15 empreendimentos lançados e 1761 unidades lançadas”, completa.</p>



<p><em>Fonte: Terra</em></p>
14/02/2019

Últimas notícias